Royal Enfield terá passeio mundial de fãs em 8 de abril

Ū

A oitava edição global do One Ride, evento de proprietários da Royal Enfield, ocorre no próximo domingo (8 de abril) também no Brasil. Com o objetivo de reunir milhares de fãs da marca o evento acontece desde 2011, sempre no segundo domingo de abril, e se firmou como um dos passeios de motocicleta com mais participantes no mundo.

“Este é um dos mais tradicionais eventos da Royal Enfield e traduz muito bem nossa filosofia de moto purismo. Queremos encorajar os motociclistas a unirem-se para experimentar o mais puro prazer de pilotar em duas rodas”, comenta Claudio Giusti, diretor geral da Royal Enfield no Brasil. Em sua segunda edição no Brasil, o ride partirá da concessionária Royal Enfield SP às 8h30 e terá como destino o Hotel Fazenda Parque dos Sonhos, em Socorro, num percurso de quase 200 km.

Além de São Paulo, Medellín e Bogotá, na Colômbia; Milwaukee, nos EUA; Leipzig, na Alemanha; Barcelona e Madri, na Espanha, Milão e Turim, na Itália; Porto e Lisboa, em Portugal; cidade do Kuwait, no Kuwait; Hetauda, no Nepal; também terão edições locais do evento. Na Índia, serão 219 passeios em 119 diferentes cidades.

A Royal Enfield anunciou que realizará investimentos de US$ 120 milhões durante o ano fiscal de 2018-19 – que se iniciou em 1º de abril de 2018 e termina em março de 2019. Os focos serão a segunda fase de construção da fábrica de Vallam Vadagal, na Índia, o estabelecimento de novas subsidiárias no sudeste asiático e o aumento da capacidade de produção para 950.000 unidades anuais.

“Nossa demanda continua excedendo a oferta e vemos forte crescimento em todos os mercados em que atuamos. Por isso, decidimos expandir nossa capacidade de produção com a segunda fase de construção de nossa fábrica em Vallam Vadagal”, observa Siddhartha Lal, diretor geral e CEO da Eicher Motors Ltd, conglomerado automotivo que controla a Royal Enfield. A fábrica de Vallam Vadagal iniciou sua produção em agosto do ano passado e sua segunda fase de construção fornecerá uma capacidade produtiva ainda maior. Outra das fábricas da Royal Enfield, na região de Oragadam, passa por um processo melhorias de produtividade. Com esses investimentos, o objetivo da marca é atingir a capacidade de produção anual de 950.000 unidades.

Os investimentos em infraestrutura da marca também terão outros alvos. O Centro Tecnológico de Chennai será entregue ainda este ano, para trabalhar em conjunto com o Centro Tecnológico do Reino Unido (UKTC), inaugurado em novembro do ano passado. A marca também investirá para o desenvolvimento de novos produtos, para atender às regulamentações futuras e expandir o portfólio para os mercados globais.

“Continuamos expandindo nosso portfólio com modelos e versões, como as novas Thunderbird X e as cores Gunmetal Grey, Stealth Black e Redditch da Classic 500. Interceptor INT 650 e Continental GT 650 também serão lançadas em breve. Temos uma ampla rede de distribuição na Índia, uma crescente presença internacional e estruturas de desenvolvimento de produtos com tecnologia de ponta. A Royal Enfield está preparada para expandir o segmento de motocicletas de média cilindrada globalmente”, conclui Lal.

Novas subsidiárias no sudeste asiático
A Royal Enfield decidiu abrir duas subsidiárias na Indonésia e na Tailândia até março de 2019, para fortalecer ainda mais a presença da marca e impulsionar as atividades de desenvolvimento em ambos os mercados. A região tem alguns dos principais públicos de duas rodas do mundo, uma cultura do motociclismo difundida e as motocicletas da marca tiveram boa receptividade nos dois anos em que já atua na região. Os dois países se juntarão a EUA e Brasil, que já contam com subsidiárias da Royal Enfield desde 2015 e 2017, respectivamente.

Fotos: Gustavo Epifânio/Divulgação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *