Honda apresenta a Super Cub C125 em estilo original

De alguns anos para cá a indústria tem mostrado um desejo cada vez maior de juntar as motos do passado com a tecnologia moderna. Estão aí as clássicas fazendo cada vez mais sucesso nos mais diferentes mercados mundiais. E parece também que os consumidores acenam com o desejo de comprar as coisas do passado.

Note bem que estamos falando de comprar coisas novas com o design e a simplicidade das coisas do passado, não coisas velhas simplesmente. A Honda percebeu esse movimento e decidiu relançar a moto mais vendida do mundo – Honda Super Cub – no seu design original, mas com os mimos que a tecnologia moderna trouxe para nós consumidores. Aliás, nós é apenas força de expressão, porque a novidade foi anunciada apenas para a Europa e Estados Unidos…. por enquanto.

A super Cub retorna no desenho original, mas com toda a modernidade teconológica

A super Cub retorna no desenho original, mas com toda a modernidade teconológica

Na semana passada a líder mundial mostrou a nova Super Cub C125 ABS, que resgata o desenho original de 1958, mas traz injeção eletrônica de combustível, freios ABS, luzes em LED e sistema Keyless, aquele que você não precisa usar a chave para dar a partida, bastando ter a chave em seu bolso para que a moto funcione normalmente. Esse modelo da Honda já vendeu mais de 100 milhões de unidades e aqui no Brasil chegou em 1992, com a Honda C100 Dream e deu origem às motonetas Biz e Pop.

Farol redondo com luzes em LED, chave keyless e banco para só para o piloto

Farol redondo com luzes em LED, chave keyless e banco para só para o piloto

Para a Europa a moto não é uma grande novidade, já que os europeus estão acostumados com pequenas motos urbanas e visual retrô. Mas seu retorno aos Estados Unidos é uma grande novidade, já que a Super Cub por lá esteve entre 1959 e 1971 e retornará em 2019, 48 anos depois. Entre as novidade que Super Cup C125 traz, além das características básicas de simplicidade mecânica, robustez e economia, está o painel em peça única com o velocímetro analógico e uma tela de LCD no centro com o marcador de nível de combustível, relógio, indicador de marcha e ainda as luzes-espia. O preço ainda não está divulgado, mas especialistas norte-americanos apostam que o Honda Super Cub C125 ABS 2019 deverá custar algo próximo de U$3.500 nos Estados Unidos.

Por aqui nada foi informado sobre o Super Cub C125, mas não seria má ideia oferecer o modelo em versão retrô, para os amantes da motoneta poderem desfilar com estilo e se diferenciar na paisagem urbana.

separador_honda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *