Welcome to Evently

Lorem ipsum proin gravida nibh vel veali quetean sollic lorem quis bibendum nibh vel velit.

Evently

Stay Connected & Follow us

Simply enter your keyword and we will help you find what you need.

What are you looking for?

Good things happen when you narrow your focus
Welcome to Conference

Write us on info@evently.com

Follow Us

  /  fique ligado!   /  Triumph apresenta Bobber TFC e Thruxton RS no Salão de Milão

Triumph apresenta Bobber TFC e Thruxton RS no Salão de Milão

Como havia prometido há alguns dias, a Triumph revelou nesta terça-feira (5) o mais novo modelo da linha TFC (Triumph Factory Custom), famiília de séries limitadas customizadas pela própria marca.

E, como já se suspeitava, trata-se da Bobber TFC. Assim como Thruxton TFC e Rocket 3 TFC, a Bobber TFC é limitada a 750 unidades – todas numeradas e com o número gravado na mesa da suspensão dianteira.

A Triumph fez mudanças internas no motor de 1.200 cm³: com a adoção de materiais leves e ponteira dupla de escapamento da Arrow, o conjunto ficou cinco quilos mais leve. Tais mudanças também geraram aumento de potência: a Bobber TFC alcança 87 cv de potência a 6.250 giros, ante os 78 cv a 6.100 giros da Bobber original.


Foto: Divulgação

O torque também está maior em todas as faixas de rotação, segundo a Triumph. O torque máximo é de 11,19 kgf.m a 4 mil giros, contra 10,78 kgf.m da versão original da moto.

Os componentes da Bobber TFC também são especiais: no conjunto de suspensões, saem o garfo convencional Showa e o amortecedor KYB para dar lugar a um pacote todo da Öhlins, com garfo invertido na dianteira. Os freios passam de disco simples para dois discos flutuantes na dianteira, com pinças Brembo M50 – o cilindro mestre também fica a cargo da Brembo.

Na eletrônica, a Bobber TFC ganha o modo de pilotagem Sport, que se junta aos já existentes Road e Rain. Os modos ajustam o mapa do acelerador, ABS e controle de tração às preferências do piloto e condições do piso.

O preço da Bobber TFC nos Estados Unidos se inicia em US$ 17.500, aproximadamente R$ 70.120 em conversão direta.


Foto: Divulgação

Thruxton RS

Outra novidade prometida pela Triumph para esta terça-feira era a Thruxton RS. E a nova café racer da fabricante britânica está mais leve e mais potente.

O bicilíndrico de 1.200 cm³ desenvolve agora 105 cv a 7.500 giros, oito cavalos a mais do que na Thruxton atual. O torque aumentou, passando de 11,41 kgf.m para 11,47 kgf.m. Não parece um aumento signficativo, mas o torque máximo chega a 4.250 giros, 700 giros antes da Thruxton anteiror.

O conjunto de suspensão é formado por garfo invertido da Showa na dianteira e amortecedores Öhlins totalmente ajustáveis na traseira. O freio dianteiro, assim como na Bobber TFC, conta com pinças Brembo M50 e cilindro mestre da fabricante italiana. As mudanças deixaram a Thruxton RS não somente mais potente, mas também mais leve: são cinco quilos a menos do que as Thruxton anteriores.

Na eletrônica, três modos de pilotagem (Road, Rain e Sport) que contam com mapas de acelerador específicos para cada modo e a novidade é que o controle de tração – que pode ser desligado – também possui configurações específicas em cada modo. A fabricante diz ainda que o ABS foi atualizado e está menos intrusivo.

O preço da Triumph Thruxton RS nos Estados Unidos parte de US$ 16.200, cerca de R$ 64.910 em conversão direta.

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Post a Comment