Welcome to Evently

Lorem ipsum proin gravida nibh vel veali quetean sollic lorem quis bibendum nibh vel velit.

Evently

Stay Connected & Follow us

Simply enter your keyword and we will help you find what you need.

What are you looking for?

Good things happen when you narrow your focus
Welcome to Conference

Write us on info@evently.com

Follow Us

  /  fique ligado!   /  Gregório Caselani é campeão do Rota Sul nas motos

Gregório Caselani é campeão do Rota Sul nas motos

O Rally Rota Sul voltou a ser disputado após 15 anos e teve o
gaúcho Gregório Caselani como vencedor entre as motos. Com dois dias de
duração, a competição teve Pelotas como palco da largada, passando por Santa
Vitória do Palmar, Rio Grande, São José do Norte, Tavares, Mostardas, Capivari
do Sul, Palmares e a chegada em Porto Alegre.

A Honda enfrentou a concorrência duríssima da Yamaha em todo o Rota Sul. Mesmo após 725 km de trechos cronometrados a diferença entre os dois primeiros colocados na geral ficou em 14 segundos. Competindo em casa, o piloto da equipe Honda Racing Gregorio Caselani venceu na geral das motos e na categoria Super Production.

Gregório Caselani é o campeão do Rota Sul nas motos (Eduardo Carvalho)

Veja também:
As novidades da Honda mostradas no Salão Duas Rodas
Salão Duas Rodas: novidades Suzuki, Haojue e Kymco
Yamaha Ténéré 700: ela está de volta

A prova, válida pela última etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country 2019, teve 1.100 quilômetros, sendo 725 de especiais (trechos cronometrados). Tunico Maciel faturou o Sertões Series, competição paralela que reuniu o Rally do Jalapão, o Rally dos Sertões e o Rally Rota Sul.

O gaúcho Caselani enfrentou uma disputa intensa com Ricardo Martins, além dos companheiros de equipe Jean Azevedo e Tunico Maciel. “Estou muito feliz com essa vitória. O dia foi mais prazeroso que o anterior e no final consegui forçar um pouco mais o ritmo. É a primeira prova que corri em casa e foi perfeita para fechar bem o ano”, conta Caselani, campeão brasileiro antecipado da categoria Super Production. Ele acelerou a moto Honda CRF 450RX e foi recebido na rampa de chegada pela esposa e suas duas filhas.

Gregório Caselani venceu Rota Sul nas motos (Ney Evangelista/Mundo Press)

“Comecei no Cross-Country há seis anos e o Rota Sul ficou ausente nos últimos 15 anos. Subir na rampa da vitória em Porto Alegre foi uma emoção muito especial. A prova foi dificílima e muito disputada, consegui assumir a ponta no finalzinho. Fui buscar”, afirma Caselani, natural de Caxias do Sul (RS).

Equipe Honda na largada promocional do Rota Sul (Ney Evangelista/Mundo Press)

Dono de dez títulos brasileiros de Rally Cross Country, Jean
Azevedo destaca que a pouca diferença entre os três primeiros colocados
evidencia o alto nível da modalidade: “O final foi bem bacana, porque passamos
em uma região de dunas e fizemos a navegação por GPS durante 15 quilômetros.
Como havia alguns trechos mais perigosos no dia, optei em ser mais conservador
para finalizar bem o ano”, explica o paulista, terceiro colocado no Rally Rota
Sul na geral das motos e na categoria Super Production.

Já Tunico Maciel, vencedor do primeiro dia do Rally Rota Sul e campeão brasileiro antecipado na geral das motos e na Production Aberta, sofreu uma queda faltando cerca de dois quilômetros para o fim da prova e machucou a clavícula. Mesmo assim, o atual bicampeão do Rally dos Sertões concluiu o dia em quinto na geral e a prova, em quarto da tabela de classificação das motos. De quebra, assegurou mais um título em 2019, o do Sertões Series.

Tunico Maciel comemora título do Sertões Series nas motos (Eduardo Carvalho)

Bicampeão brasileiro da categoria Rally Brasil, com a CRF
250F, Bissinho Zavatti destaca que o dia foi puxado para os competidores. O
piloto foi outro grande destaque e fechou a prova com mais uma vitória na
classe para motos nacionais e com o oitavo lugar na soma dos resultados gerais
do Rota Sul, diante das motocicletas importadas.

 “Acordamos às três da
manhã, saímos às quatro e atravessamos uma balsa para iniciarmos a disputa. A
especial começou com um trecho de areia, um pouco mais sinuosa que o dia
anterior. Para mim, a novidade foi a navegação por way point, que gostei muito.
Missão cumprida com o título e agora é se preparar para o próximo ano”,
finaliza o paulista.

Rally Rota Sul: Classificação geral – Motocicletas
1 – Gregorio Caselani #5 – 9:44:04 (Honda)
2 – Ricardo Martins #2 – 9:44:19 (Yamaha)
3 – Jean Azevedo #3 – 9:45:00 (Honda)
4 – Tunico Maciel #5 – 9:49:00 (Honda)
5 – Rami Sfredo # 15 – 10:01:07 (Mult Racing)

Post a Comment