Welcome to Evently

Lorem ipsum proin gravida nibh vel veali quetean sollic lorem quis bibendum nibh vel velit.

Evently

Stay Connected & Follow us

Simply enter your keyword and we will help you find what you need.

What are you looking for?

Good things happen when you narrow your focus
Welcome to Conference

Write us on info@evently.com

Follow Us

  /  fique ligado!   /  Brabec é campeão nas motos e encerra hegemonia da KTM no Dakar

Brabec é campeão nas motos e encerra hegemonia da KTM no Dakar

Ricky Brabec venceu pela primeira vez o Rally Dakar e tornou-se o primeiro norte-americano campeão da prova, colocando fim a uma hegemonia de 18 anos da KTM, que venceu todas as edições da maior prova off-road do mundo entre as motos de 2001 até 2019. Tudo isso acontece oito anos após o retorno da equipe oficial da Honda, que havia conquistado o Dakar pela última vez em 1989, com o francês Gilles Lalay.

Ricky Brabec
Ricky Brabec, campeão do Dakar 2020 nas motos (Divulgação/Honda)

Com sua CRF 450 Rally, Brabec assumiu a liderança da prova após vencer a terceira especial da prova, em Neom, e não largou mais. O piloto da Honda ainda venceu a sexta etapa, entre as cidades de Ha’il e Riad.

Ricky Brabec
Ricky Brabec, campeão do Dakar 2020 nas motos (Divulgação/Honda)

Nos estágios seguintes ele foi administrando sua vantagem em relação ao chileno Pablo Quintanilla, da Husqvarna, que finalizou na 2ª colocação, com 16 minutos de atraso. Fecha o pódio o australiano Toby Price, campeão em 2019, que com sua KTM concluiu a prova com 24 minutos de atraso sobre Brabec.

Pablo Quintanilla, vice-campeão das motos no Dakar 2020 (Divulgação/Husqvarna)

Único brasileiro nas motos, Lincoln Berrocal conseguiu atingir seu principal objetivo, que era o de completar o maior rally do mundo. O piloto paranaense de 61 anos terminou o último estágio, de Shubaytah até Haradh em 2h07min18s. No ranking geral das motos, ele fechou a prova com mais de 19 horas de atraso em relação a Brabec.

Aos 61 anos, Lincoln Berrocal alcançou seu objetivo: terminar o Rally Dakar (Divulgação)

Entre as mulheres, a melhor colocada foi a espanhola Laia Sanz, que concluiu o Dakar 2020 em 44h00min52s, levando cerca de 4 horas a mais do que o campeão e finalizando a caravana na 18ª colocação geral das motos.

Laia Sanz ficou em 18º nas motos, melhor classificação entre as mulheres no Dakar 2020
(Red Bull Content Pool)

Post a Comment