Welcome to Evently

Lorem ipsum proin gravida nibh vel veali quetean sollic lorem quis bibendum nibh vel velit.

Evently

Stay Connected & Follow us

Simply enter your keyword and we will help you find what you need.

What are you looking for?

Good things happen when you narrow your focus
Welcome to Conference

Write us on info@evently.com

Follow Us

  /  fique ligado!   /  Suzuki Burgman 650: review no Guia de Motos [vídeo]

Suzuki Burgman 650: review no Guia de Motos [vídeo]

Fazendo jus ao nome, o Guia de Motos é um espaço onde você encontra diversas informações sobre modelos que estão (ou já estiveram) à venda no Brasil. Assim, há dados, fotos, ficha técnica, vídeos, notícias e avaliações de usuários, destacando os prós e contras da moto em questão. Dessa forma, hoje o assunto é o Suzuki Burgman 650.

Suzuki Burgman 650: review no Guia de Motos

O Burgman 650 é um maxi scooter conhecido de todos nós, afinal está à venda no Brasil desde 2006 até hoje, de forma ininterrupta. Assim, é o modelo a mais tempo nas concessionárias brasileiras e um sobrevivente, já que concorrentes (como o TMax 530) nunca conseguiram se manter por muito tempo no mercado, especialmente em virtude do preço, proibitivo para a maioria.

Suzuki Burgman 650 Executive está à venda no Brasil desde 2016

O ‘Suzukão’ sempre foi referência em conforto e tecnologia. Para tanto, aposta na comodidade de tomada 12v, diferentes porta-objetos, amplo compartimento sob o banco (com espaço de sobra para dois capacetes), computador de bordo, parabrisa com altura ajustável, assentos com descansos reclináveis e mais.

Modelo é referência em conforto e opção para quem quer unir as comodidades do scooter à condução em viagens

Além disso, a experiência de pilotagem é favorecida pelo potente motor de 638 cm³, com 55 cv (a 7.500 rpm) e 6,32 kgf.m de torque (a 5.500 rpm) máximos e reconhecida ciclística do modelo. Com baixo centro de gravidade, fruto do motor praticamente horizontal, o Burgman 650 se mantém sob controle mesmo em altas velocidades, se tornando prazeroso para viagens. Ainda, conta com opção de trocas manuais no câmbio CVT.

Então, o Burgman 650 vale a pena?

Reconhecido por seus pontos fortes, naturalmente, ele também possui deméritos. É comum ver proprietários reclamando do seu alto consumo, na casa dos 15 a 18 km/litro mesmo com tocada econômica, e também do elevado custo de manutenção, bem como da dificuldade para encontrar peças de reposição. Opiniões como essas podem ser conferidas no Guia de Motos.

Além disso, o modelo bem que merecia uma atualização, afinal está praticamente idêntico no nosso mercado desde 2016. Assim, poderia receber novo design e também alguns aprimoramentos, como tela colorida em TFT, tomadas USB e iluminação full LED.

Preço do Burgman 650

O mercado dos scooter segue em franco crescimento no Brasil, algo que tende a seguir no período pós-crise que estamos prestes a viver. Entretanto, os responsáveis por grande parte do volume de vendas são os modelos pequenos, econômicos, com pouca manutenção, utilizados especialmente em deslocamentos urbanos.

O design demonstra sinal da idade. Além disso, Burgman 650 merecia novos computador de bordo, design e sistema de iluminação em LED

Dessa forma, o nicho dos maxi scooter segue esguio. Atualmente, o Burgman 650 é oferecido apenas na versão topo de linha Executive e tem somente um concorrente direto, o Honda X-ADV. Se por um lado o Suzuki não é tão atual, por outro custa menos que o concorrente: parte de R$ 59.950, ante os R$ 63.500 sugeridos pelo Honda.

O preço dos usados, claro, é bem mais convidativo. Assim, um Burgman 650 ano 2006, primeiro à venda no Brasil, tem preço médio de R$ 15.600. Já um intermediário entre o lançamento e a versão inaugural, custa cerca de R$ 24.800 – valor de um 2013. Vale lembrar que estes valores são preços médios sugeridos pela FIPE – saiba como a tabela funciona aqui.


Post a Comment