Welcome to Evently

Lorem ipsum proin gravida nibh vel veali quetean sollic lorem quis bibendum nibh vel velit.

Evently

Stay Connected & Follow us

Simply enter your keyword and we will help you find what you need.

What are you looking for?

Good things happen when you narrow your focus
Welcome to Conference

Write us on info@evently.com

Follow Us

  /  fique ligado!   /  Crivilin vira e conquista tricampeonato no Brasileiro de Enduro

Crivilin vira e conquista tricampeonato no Brasileiro de Enduro


Foto: Dines Zamai

No último domingo (6), a cidade goiana de Marzagão recebeu a decisão da temporada 2020 do Brasileiro de Enduro e Bruno Crivilin se sagrou tricampeão nas classes Enduro GP, a principal da competição, e na E1. 

O capixaba chegou à decisão atrás de Gabriel Soares, mas venceu a etapa final para conquistar o tricampeonato consecutivo mesmo tendo vivido uma maratona de provas, já que Crivilin disputou o Mundial de Enduro em 2020 – o piloto terminou em terceiro na classe J1, para pilotos de até 23 anos com motos de até 250cc. 

“Estou muito feliz em permanecer com o título de campeão brasileiro, agora três vezes consecutivas na Enduro GP, e deixar o numeral 1 com a Honda Racing. Foi um ano turbulento, bem instável devido a essa pandemia, mas a gente conseguiu fazer um campeonato muito bom”, disse o piloto, que agora quer descansar para se preparar para os desafios de 2021. 

“Estou muito contente com tudo, não só com o desempenho no Mundial como no Brasileiro. Agora terei um pouco de férias, para recuperar o corpo. Depois que as competições voltaram eu não parei hora nenhuma, por isso preciso recuperar o físico e entrar mais forte ainda para 2021”, acrescentou. 


Foto: Dines Zamai

Soares não levou o título na Enduro GP, terminando como vice-campeão. Entretanto, o também piloto da Honda se sagrou campeão na classe E2, conquista inédita para o mineiro. 

“A vantagem que eu construí durante todo o campeonato fez a diferença, fechei o ano com vitória na classe E2 e o segundo lugar na Enduro GP. Estou muito satisfeito com os resultados, foi um ano duro. Tive uma lesão e houve a pandemia, mas estou contente com o meu desempenho, com a equipe e motivado para 2021”, afirmou Soares. 

Na classe E3 o título também ficou com a Honda, já que Vinícius Calafati, estreando pela equipe nesta temporada, foi o campeão. “É o meu segundo título na categoria E3 e estou muito feliz. Este foi o ano que eu mais evoluí, treinei e tive estrutura para competir, é uma honra fazer parte da Honda Racing. Quero agradecer a todos da equipe e os patrocinadores, sem eles nada seria possível. Foi um ano muito bom e produtivo”, comentou.  


Foto: Janjão Santiago/Mundo Press

Bárbara Neves, que precisava apenas largar em Marzagão, confirmou o título da classe feminina, que não teve disputa na prova final. A pilota participou da prova que encerrou a temporada na classe EJ, terminando em quarto lugar. 

“É incrível encerrar a temporada com mais um título brasileiro e competindo em casa, no estado de Goiás. A motocicleta, mais uma vez, foi perfeita durante o ano. Quero agradecer a equipe Honda Racing, familiares, amigos e todos que sempre torcem por mim”, completou Neves. 

Confira os resultados finais por classe no Brasileiro de Enduro 2020: 
 

Enduro GP 
1º – Bruno Crivilin – 250 pontos  
2º – Gabriel Soares – 210 pontos  
3º – Vinicius Calafati – 208 pontos  
 
 

E1 
1º – Bruno Crivilin – 250 pontos  
2º – Loandro Anton (#133) – 235 pontos 
3º – Luciano Paiva (#210) – 208 pontos 
 
 

E2 
1º – Gabriel Soares – 244 pontos 
2º – Patrik Capila – 232 pontos 
3º – Gustavo Pellin – 202 pontos  
 
 

E3 
1º – Vinicius Calafati – 247 pontos 
2º – Rômulo Bottrel – 227 pontos 
3º – Vitor Garcia – 208 pontos  

 
EJ 
1º – Nicolás Rodriguez – 240 pontos 
2º – Gabriel Mattos – 205 pontos 
3º – Gabriel Bruning – 150 pontos 

 
E4 
1º – Tiago Wernersbach – 250 pontos 
2º – Fernando Pereira – 226 pontos 
3º – Flávio Volpi – 142 pontos 

 
E230 
1º – Matheus Viana – 223 pontos  
2º – Luciano Rocha – 219 pontos 
3º – Jonas Sawan – 215 pontos 

 
E35 
1º – Humberto Cadori Filho – 231 pontos  
2º – Aloizio de Assis Filho – 229 pontos 
3º – Maurício Sedei – 194 pontos 

 
E40 
1º – Adriano de Ávila – 250 pontos 
2º – Júlio César Moreira – 164 pontos 
3º – Rodrigo da Silva – 149 pontos 

 
E45 
1º – Fernando Spindler – 208 pontos  
2º – Luciano Frozi – 198 pontos 
3º – Fábio Bizarria – 159 pontos 

 
E50 
1º – Levi Tesch – 225 pontos 
2º – Fernando Zanotto – 206 pontos 
3º – Vilson Pezzini – 119 pontos 

 
EF 
1º – Bárbara Neves – 122 pontos 
2º – Gabriela Zanotto – 66 pontos 
3º – Isadora Aparecida – 47 pontos 

 
EAmador 
1º – Fabrício Theiss – 241 pontos 
2º – Stevan Pedott – 174 pontos 
3º – Thyrso Carmona – 122 pontos 

 
Youth 
1º – Jean Zandonadi – 175 pontos 
2º – Vinícius Aguilar – 152 pontos 
3º – Gabriel Zatorski – 62 pontos 

 
Infantil 
1º – Vicente Nunes – 122 pontos 
2º – João Victor Legarrea – 108 pontos 
3º – Pedro Henrique Spindler – 107 pontos 

 
Cadete 
1º – Estevão Rangel – 125 pontos 
2º – Felipe Oliveira – 66 pontos 
3º – Gabriel Kons – 44 pontos 

 
Juvenil 
1º – Frederico Rangel – 122 pontos 
2º – Danilo Sfalsim – 113 pontos 
3º – José Victor – 100 pontos 

 
Feminina (Kids) 
1º – Gabriela Azevedo – 125 pontos 
2º – Isabela Varella – 110 pontos 

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Post a Comment