Welcome to Evently

Lorem ipsum proin gravida nibh vel veali quetean sollic lorem quis bibendum nibh vel velit.

Evently

Stay Connected & Follow us

Simply enter your keyword and we will help you find what you need.

What are you looking for?

Good things happen when you narrow your focus
Welcome to Conference

Write us on info@evently.com

Follow Us

  /  fique ligado!   /  Honda Africa Twin 1100 deve ganhar Controle de Cruzeiro Ativo

Honda Africa Twin 1100 deve ganhar Controle de Cruzeiro Ativo

O Cruise control, ou o controle de cruzeiro ativo por radar, já está presente há anos nos carros. Eles auxiliam na condução segura, mantendo uma velocidade constante e distância segura dos outros veículos. Mas, a instalação dessa tecnologia em motos é complexa e por isso, demorou tanto para as empresas desenvolverem um produto seguro. 

Essa nova tecnologia nas motos é recente, as primeiras montadoras que conseguiram colocar um radar para controle de cruzeiro foram: Ducati na Multistrada V4S, BMW na R 1250 RT e KTM na 1290 Super Adventure S, infelizmente nenhuma dessas motos ainda é vendida no Brasil. As três montadoras utilizam um conjunto de componentes de radar da Bosch, geralmente o sensor fica embaixo dos faróis da dianteira e outro radar na traseira que juntos atuam no controle de velocidade e aviso de pontos cegos na traseira. 

 
Ilustração do ACC – Adaptive Cruise Control

Os próprios sensores de radar são basicamente os mesmos usados ​​em carros, mas levou anos de trabalho para criar os sistemas de computador que interpretam seus sinais e reagem corretamente em motos.  Isso porque, o modo de condução nas motocicletas é diferente dos carros, pois as motos inclinam nas curvas e uma frenagem brusca de emergência poderia causar um acidente ao piloto. 

PROCURANDO UMA MOTO HONDA? CONFIRA AS OPÇÕES DISPONÍVEIS EM NOSSO CLASSIFICADO.

Mas os desenhos presentes nas patentes da Honda, levam a crer que ela está desenvolvendo o seu próprio sistema para o radar, ao invés de comprar uma configuração da Bosch e a moto que deve receber essa nova tecnologia é a Honda Africa Twin 1100. Isso ocorre, pois no desenho apresentado, com o esboço da Africa Twin,  podemos notar a presença de três unidades de radares, um na frente e outros dois na traseira da moto. Enquanto, nas outras motocicletas são apenas dois radares, um na frente e outro atrás. 

 
Imagem do desenho de patente registrada pela Honda – Localização do radar frontal. 

O radar frontal se parece muito com os sistemas já usados ​​pela BMW, Ducati e KTM. E o curioso, é que o posicionamento nos desenhos de patentes, leva a crer que nas motos produzidas, já existe uma área separada embaixo dos faróis que tem o tamanho perfeito para esconder um radar. 

 
Detalhe da suposta localização do radar na Honda Africa Twin 1100. 

Na traseira, está o diferencial da Honda perante as outras montadoras. Em vez de um único sensor de radar voltado diretamente para trás, há duas unidades de radar separadas montadas dentro do suporte da placa, exatamente onde a lâmpada da placa é montada.

Em vez de ficarem para trás, esses sensores são angulados para apontar amplamente para os lados, com uma ligeira inclinação. Esse posicionamento abrange uma maior área de detecção do sensor, que deve fornecer mais informações para o sistema, por exemplo,  se existe carro atrás e nas laterais das motos. Também pode sugerir, que possa ser usado como uma configuração de assistência de faixa. 

 
Imagem do desenho de patente registrada pela Honda – Localização dos radares traseiros.

Além disso, a nova Africa Twin deve adotar transponders para compartilhar informações. Já que a Honda trabalha na criação de um sistema padronizado de compartilhamento de informações  de veículo a veículo (V2V) e veículo à infraestrutura (como sistemas de segurança, monitoramento ou radares). A fim de criar uma rede de informação sobre a situação real da pista, antecipando informações de perigo para os demais motoristas.

Honda Africa Twin 2021 no Brasil

Enquanto isso, no Brasil a Honda confirmou a chegada da CRF Africa Twin 1100 ainda para o ano de 2021. A big trail da Honda chega com Andoid Auto, que permite espelhar celulares android no painel, o motor ficou mais forte (agora possui 1.084 cm³), além da opção do câmbio automático do tipo DCT, que já é utilizado no maxiscooter X-ADV e na Gold Wing. Quer saber mais sobre a CRF Honda Africa Twin 1100, confira aqui nossa matéria completa. 

Até a chegada do novo modelo da Africa Twin nas lojas, a Honda disponibiliza a CRF 1000L Africa Twin ao preço de  R$ 61.214 (Preço público sugerido. Frete não incluso).


 Foto de divulgação Honda: CRF 1000L Africa Twin

 

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Post a Comment