Welcome to Evently

Lorem ipsum proin gravida nibh vel veali quetean sollic lorem quis bibendum nibh vel velit.

Evently

Stay Connected & Follow us

Simply enter your keyword and we will help you find what you need.

What are you looking for?

Good things happen when you narrow your focus
Welcome to Conference

Write us on info@evently.com

Follow Us

  /  fique ligado!   /  GP da Catalunha: KTM em primeiro lugar e Quartararo termina sem camisa

GP da Catalunha: KTM em primeiro lugar e Quartararo termina sem camisa

Após a classificação no sábado e largando na pole, tudo indicava que Fabio Quartararo levaria o GP da Catalunha. Mas, a competição de MotoGP não é uma categoria previsível, pelo contrário, ninguém sabe o que pode acontecer até cruzar a bandeira quadriculada. 

 

A etapa de Barcelona foi a primeira do calendário a receber público nas arquibancadas. O piloto Alex Rins não participou da corrida, pois foi operado de uma fratura após cair na pista pedalando. O piloto espanhol deve voltar na próxima etapa na Alemanha, o que deixou a equipe Suzuki desfalcada no GP da Catalunha. 

 

Miguel Oliveira largando na quarta posição,  surpreendeu com uma boa largada e imprimindo um ritmo forte conquistou a dianteira da classe rainha do mundial. Em uma corrida bem planejada com uma escolha de pneus diferente dos adversários, Miguel utilizou pneus duros nas duas rodas, levou a KTM para o lugar mais alto do pódio. 

 
Miguel Oilveira leva KTM ao primeiro lugar no GP da Catalunha (Foto:KTM)

Johann Zarco, ainda pressionou o portugues nas últimas voltas, mas o piloto da KTM resistiu e acabou vencendo a prova. Fechando o pódio ficou Quartararo, seguido de perto por Jack Miller da Ducati , mas o domingo não era do piloto francês.

 

Penalizações e macacão aberto

 

Em uma corrida com muitas quedas, trocas de posições e penalidades, o GP da Catalunha foi agitado. 

 

O piloto da Yamaha enfrentou problemas durante a corrida e em uma disputa com Johann Zarco, pela defesa do segundo lugar, acabou errando e passando o limite da pista. Qurtararo levou uma penalidade de 3 segundos por esse erro. Faltando algumas voltas para o final, o macacão do piloto abre e ele tira o protetor de peito, jogando uma peça de plástico no meio da pista. Não conseguindo fechar o macacão, Quartararo corria de peito aberto a 300km/h e defendia a terceira posição de Miller.

 

 
Fabio Quartararo correndo de peito aberto – Foto: Reprodução MotoGP

A primeira penalização de 3 segundos, fez Quartararo cair uma posição. Após o término da prova, o francês recebeu mais uma penalização de 3 segundos por andar com o macacão aberto. Assim, o piloto terminou na sexta posição atrás de Joan Mir (4º) e Maverick Viñales (5º). 

 

Questionada sobre o que aconteceu, Quartararo se mostrou perdido e declarou: “Não sei o que aconteceu. Só sei que, com cinco voltas para o fim, o macacão abriu completamente na curva um”, disse Fabio. “Tentei colocá-lo na posição normal outra vez, mas não consegui. Foi difícil pilotar, mas, infelizmente, acontece”, continuou. “Aconteceu hoje, então a Alpinestars está investigando para ver como isso é possível, pois, no fim da corrida, consegui fechar outra vez”, relatou. 

 

 
Tabela de pontuação do Campeonato de Piloto após o GP da Catalunha (Foto:MotoGP)

Mesmo terminando na sexta posição o piloto da Yamaha está na frente do campeonato de pilotos, mas apenas 14 pontos na frente do segundo lugar Johann Zarco.

 

A próxima corrida do MotoGP é na Alemanha no dia 20 de junho.

 

Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Post a Comment